Marcado: Carlos Adalton

Depoimento: Carlos Adalton

Falar sobre meu irmão, amigo e compadre, Paulo de Tarso Moraes, é uma missão difícil e, ao mesmo tempo, fácil. Difícil porque são tantas as virtudes que ele as possui que uma simples folha de papel não seria suficiente para descrevê-las. E, ao mesmo tempo, é fácil porque o Paulo é meu amigo de infância, adolescência e até hoje somos muito unidos. Na nossa infância, jogávamos futebol na rua, mas nosso esporte favorito era o jogo de botão, meu time era o Flamengo e o dele o Vasco sem, contudo, haver nenhuma rivalidade. Gostávamos muito de ir às festas, praias e ouvir boas músicas como as interpretadas por Fagner, Gonzaguinha, Caetano, Gal e outros compositores que contribuíram para a qualificação do seu perfil como poeta. A família do Paulo (Seu Paulo e Dona Emília) é uma extensão da minha família, mesmo não sendo irmãos consanguíneos nos consideramos irmãos espiritualmente, pois, apesar de não passarmos muito tempo juntos, temos uma afinidade muito grande, tanto que sou o padrinho do seu filho, o Paulinho. O Paulo de Tarso é uma pessoa muito inteligente e perseverante, conquistou seu espaço na sociedade com muito trabalho e capacidade. Tem a literatura em seu sangue, pois, desde sua infância, escreve poesias e sempre acompanhei esse seu dom. Outras grandes virtudes do Paulo são de ser um bom filho, um bom pai e um chefe de família exemplar. Desde o falecimento de seu pai, o Paulo assumiu as responsabilidades de sua casa com muita determinação e um caráter inabalável. Desta forma, tenho a certeza de que esta nova Casa (AML), que hora almeja fazer parte, terá orgulho de tê-lo não como mais um membro desta, mas sim como um novo filho que fará de tudo para honrar este compromisso. Hoje, como professor “PAUTAR”, dedica seu tempo para a formação de outras pessoas e sempre preocupado em oferecer o melhor de si. Dedico ao meu irmão, amigo e compadre sucesso em mais essa nova empreitada que é conquistar, na Academia Maranhense de Letras, a vaga da Cadeira nº 16, que outrora fora ocupada pelo seu PAI. Um abraço fraterno de todos da nossa família, que lhe deseja sucesso!Carlos Adalton Pires Silva.