Marcado: ABL

Depoimento: Wanda Cunha

As academias de letras, no Brasil, seguindo à risca o modelo da Academia Francesa, têm como objetivo primordial cultuar a língua nacional. A Academia Brasileira de Letras, conforme seu estatuto, “tem por fim a cultura da língua e da literatura nacional”. A Academia Maranhense de Letras, “tem como objetivo social o desenvolvimento da cultura, a defesa das tradições maranhenses e o intercâmbio com os centros de atividades culturais do Brasil e do exterior”. O professor Paulo de Tarso Moraes (Pautar) preenche todos os requisitos para ocupar uma cadeira na Casa de Antônio Lobo. Além de contribuir para o desenvolvimento da cultura, conhecedor que o é de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, professor que abraça com esmero a profissão, faz parte de família tradicional de imortais ilustres, a exemplo de seu avô (Nascimentos Moraes), seu pai (Paulo Moraes) e seu tio (Nascimento Moraes Filho). Se o professor conquistasse um assento acadêmico, ganhariam as letras, a Academia e o MaranhãoWanda Cunha, escritora.